Teatro Casa da Ópera retoma suas apresentações com a Ópera Tolomeo e Alessandro

Publicado em 27/10/2021 às 09:14 por Redação

O espetáculo do Barroco Italiano foi apresentado em Ouro Preto em sua segunda apresentação nas Américas


Casa da Ópera retoma atividades cumprindo protocolos sanitários Imagem: Ane Souz

O Teatro Casa da Ópera é a casa da música barroca e isso foi exaltado pelos artistas que se apresentaram ontem, 25 de outubro, no espetáculo Tolomeo e Alessandro, com música de Domenico Scarlatti e libreto de Giuseppe Capece. A peça foi composta em 1711 e aborda, por meio de música e poesia, questões humanas universais, como o amor, o ciúme, a inveja, a ambição e a fraternidade. A encenação tem direção musical, artística e regência de Robson Bessa, direção vocal de Sérgio Anders e direção cênica de Francisco Mayrink.

Protagonizaram a história o solista Sérgio Anders (Araspe) e Daiana Melo (soprano). A encenação contou com a execução musical da Orquestra Barroca Música Figurata, a mais antiga e mais importante orquestra especializada em música barroca de Minas Gerais.

Angelo Oswaldo, prefeito de Ouro Preto ressaltou a beleza da apresentação. “A nossa Casa da Ópera reabriu suas portas, acolheu um belíssimo concerto sintetizando uma obra de Domenico Scarlatti e apresentando outras peças importantes do repertório barroco. Isso combina muito bem com o teatro, com Ouro Preto e eu tenho certeza que, a partir de agora, desencadeamos outra vez uma bela programação que será uma das mais importantes de Minas Gerais”.

Margareth Monteiro, secretária de Cultura e Patrimônio, ressaltou a honra em reabrir o Teatro com esse belíssimo espetáculo. “É um orgulho muito grande e a certeza que as coisas estão voltando ao normal. Nosso teatro retoma com sua função original de trazer peças de óperas do mundo inteiro e dessa forma, queremos retomar as atividades, os eventos culturais, trazer um pouco da prata da nossa casa e fazer desse espaço um local de evidência e de valorização da arte e da cultura brasileira”.

“Se eu pudesse cantar só aqui, uma temporada, um ano todo, eu ficaria muito feliz, mas só barroco”, enfatizou o cantor e diretor vocal, Sérgio Anders. Ele que canta há 21 anos reforçou que a Casa da Ópera é o local perfeito para a música barroca. “O pessoal dos outros teatros que me perdoem, mas a acústica dessa sala é para ópera barroca. O que existe aqui em Ouro Preto é jóia! Cantar aqui é uma coisa única que eu vou para casa com todo o calor no coração. Já cantei em vários teatros mundo afora e poucos vão ter a acústica que tem aqui e é importante que a população saiba que o que tem aqui não tem em qualquer lugar do mundo. Isso é perfeito para a música barroca, aqui é o mais próximo de acústica que eu pude experimentar na obra do Scarlatti, Montoverdi, do Hendel, do que se fazia na época”.

Daiana Melo, formada em Licenciatura em Música na UFOP em 2008, é cantora de ópera desde 2005 e definiu a apresentação como ressurgimento. “Estou particularmente emocionada. Depois de tanto tempo com o fechamento dos teatros por causa da pandemia, apresentar em Ouro Preto, neste teatro maravilhoso, especializado e todo projetadinho para esse tipo de música, é uma grande honra. Essa casa foi feita para esse tipo de música e é a melhor acústica para produzir ópera. Eu definiria hoje como um ressurgimento, como se a gente tivesse saindo desse caos, dessa dificuldade toda com uma oportunidade de esperança do que ainda virá para nós”.

O diretor musical e artístico Robson Bessa enfatizou a participação do público. “É espetacular a gente poder ter as pessoas aqui de volta, nessa casa maravilhosa que foi referência no mundo na produção de óperas e com o público presente, reconforta nosso coração. Essa troca com o público foi tão grande e para o artista esse contato faz muita falta, o carinho, a presença de todos faz com que a gente se apresente melhor, eles nos dão energia e a gente devolve com música”.

Sobre o espetáculo, Robson contou que “foi trazido trechos da Ópera Tolomeo e Alessandro significativos e marcantes para apresentarmos aqui, mas com vistas que fazê-la completa no ano que vem. Aqui na Casa da Ópera é onde nossos instrumentos se sentem a vontade, onde eles tocam melhor e a acústica é perfeita para o que a gente faz”, finalizou o diretor.

A Ópera Tolomeo e Alessandro é realizada pelo Consulado da Itália em Belo Horizonte, com correalização da OPEMG Cia de Ópera Barroca e Musica Figurata.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ouro Preto

Estradas de Glaura e Amarantina recebem pavimentação com investimentos da...

Lafaiete vacina adolescentes com comorbidades na próxima semana


COTAÇÃO HOJE

Aposentados e pensionistas do INSS terão 13º antecipado

Atores da série Grey’s Anatomy aderem à campanha #EleNão

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_