Criolo surpreende com 'Etérea', música que contesta padrões musicais e sexuais; Tribuna ouviu

Publicado em 18/02/2019 às 22:52 por Redação
Cantor que transitava entre rap e samba lança música eletrônica com batidas brasileiras que defendem a liberdade sexual.


Criolo contesta dois padrões binários em sua nova música, "Etérea". O primeiro é musical. Apesar de sempre misturar ritmos, Criolo transitava em geral entre o rap e o samba. Aqui ele foge dos dois polos e vai para a eletrônica com batidas brasileiras.

O segundo padrão que ele não quer ver imposto é o sexual. Na letra, ele fala do "canalha quase hétero" e defende a liberdade ao "jeito de amar".

Além disso, a canção ainda conta com o verso em que ele diz que é necessário quebrar os padrões. É necessário abrir discussões. Que isso é um alento para a alma, o amar sem portões. Os amores aceitos sem imposições. Singulares ou plurais.

"Mas se tem um jeito esse meu jeito de amar
Quem lhe dá o direito de vir me calar?", ele canta.

O clipe ainda mostra performances de pessoas LGBT e, nas redes sociais, ele divulga a música junto de mensagens contra a homofobia.



Ainda não se sabe se "Etérea" fará parte de um álbum ou projeto maior de Criolo.

O último álbum, "Espiral de ilusão", foi mais voltado ao samba. Mas a faixa anterior, "Boca de lobo", era uma suposta "volta ao rap". Provável que o próximo disco vá além deste padrão.


Veja o clipe de "Etérea"




"Etérea" está disponível para download gratuitamente em http://criolo.net/eterea/
PUBLICIDADE

230 anos da Inconfidência Mineira: Caminhos e descaminhos

Divino Pereira sugere que cada vereador de Lafaiete doe mil reais por mês para...

COTAÇÃO HOJE

Ministério da Educação prorroga inscrições do Sisu

Cientista grava o som que um girassol emite e o resultado é fascinante

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_