Em reunião com vereadores prefeito confirma falta de leitos de UTI e diz que é cedo para reabertura do comércio

Publicado em 30/04/2020 às 10:27 por Redação
O prefeito de Conselheiro Lafaiete participou de uma breve reunião na Câmara Municipal após a sessão ordinária realizada na manhã desta terça-feira (28/04). Mário Marcus se prontificou a colocar os parlamentares a par das ações implementadas pelo município no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Hospital


Começo da reforma do telhado do São Camilo/Foto/Divulgação/Mauro Dutra

Segundo o prefeito, as obras que visam adaptar o hospital São Camilo para receber pacientes graves da COVID-19 ainda não estão concluídas. A Prefeitura investiu nas intervenções em torno de 130 mil reais advindos de recursos próprios e o restante provém de contribuições voluntárias de empresas privadas, como a Gerdau, além de um valor obtido pela própria administração do hospital junto a colaboradores da entidade. A intenção do município, segundo Mário Marcus, é adquirir e implantar 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no São Camilo, e buscar meios de o governo do estado assumir a manutenção das novas vagas.

O prefeito repetiu que o objetivo é usar 60 leitos do hospital São Camilo e mais 10 da Policlínica Municipal exclusivamente para o tratamento de vítimas do novo coronavírus. Contudo, persiste a dificuldade na aquisição de respiradores, já que nenhum equipamento chegou até o momento, nem do governo federal, nem do governo do estado. Buscando uma terceira via, o município negocia a compra dos aparelhos com recursos de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado pela Gerdau no âmbito do Ministério Público. Há uma previsão de que a inauguração do hospital possa ocorrer em 15 dias.

Sem vagas de UTI



O prefeito Mário Marcus repassou aos vereadores uma informação preocupante: neste momento, ou seja, nesta terça-feira 28 de abril, não existe na região nenhuma vaga de UTI livre; todos os leitos de UTI da região estão ocupados e existem 18 pacientes na região em uma fila de espera. Oportuno dizer que os leitos de UTI não são destinados exclusivamente a pacientes com Covid-19, e sim, para pacientes graves de qualquer comorbidade.

Comércio



Quanto à reabertura do comércio de Lafaiete, o prefeito disse aos vereadores que as lojas vão continuar fechadas, ao menos por enquanto. Mário Marcus exemplificou que alguns prefeitos que chegaram a flexibilizar o isolamento social, foram obrigados a voltar atrás. O cenário de falta de vagas de leitos de UTI é um fator que pesa na decisão do prefeito. O temor é que se houver flexibilização do comércio a contaminação de pessoas possa aumentar. Recomendando paciência a lojistas e consumidores, Mário Marcus considera que o mais prudente, no momento, é esperar mais um pouco antes de começar a flexibilizar as regras de isolamento social.

Foto de capa/Arquivo Fato Real.

Fonte: Fato Real
PUBLICIDADE

Prefeitura de Ouro Preto entrega à comunidade mais uma escola totalmente...

Moradores e comerciantes cobram a higienização da área externa do hospital...


PUBLICIDADE
COTAÇÃO HOJE

Polícia Civil e MP realizam operação ligada ao caso Marielle, diz TV

Atores da série Grey’s Anatomy aderem à campanha #EleNão

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_