Ouro Preto intensifica serviços de mamografia durante o Outubro Rosa

Publicado em 01/10/2023 às 12:30 por Redação
Lengenda para a imagem
O mês de outubro é internacionalmente reconhecido como um período dedicado à prevenção do câncer de mama, sendo conhecido como Outubro Rosa, com o propósito fundamental de conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce. Durante esse período, o município aumenta a oferta de exames por meio de um Caminhão da Mamografia, localizado na Praça da Estação, reduzindo a lista de espera com exames realizados ao longo de nove dias de ação. A campanha abrange a disponibilização de mamografias, testes rápidos para infecções sexualmente transmissíveis, orientações sobre a prevenção do câncer de mama e do colo de útero, além de informações sobre alimentação saudável e outros serviços.

Os exames de mamografia em Ouro Preto são oferecidos pelo Centro Estadual de Atenção Especializada (CEAE), um serviço da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, localizado em Itabirito, que atende como referência para os municípios da microrregião de Ouro Preto (Ouro Preto, Mariana e Itabirito). O atendimento ocorre às terças e quartas-feiras, com as vagas distribuídas entre os postos de Saúde da Família do município, seguindo critérios estabelecidos pelo CEAE e pelo Ministério da Saúde. Ambos recomendam o rastreamento do câncer de mama, um exame capaz de detectar determinadas patologias ou alterações em estágios iniciais, antes que apresentem sinais ou sintomas. Caso identifique alterações na mama, independentemente da idade, como nódulos, descarga papilar, retração recente do mamilo ou espessamento ou retração recente da pele, ela deve procurar atendimento junto à equipe de Saúde da Família. Após avaliação, a equipe pode solicitar exames diagnósticos, incluindo a mamografia.

Atualmente, a cidade conta com aproximadamente 8.950 mulheres entre 50 e 69 anos. Conforme as diretrizes ministeriais, o exame de rastreamento deve ser realizado por esse público a cada dois anos. Para solicitar o exame, basta dirigir-se ao Posto de Saúde da Família (PSF) de referência, portando documento de identidade e o cartão SUS, e agendar uma consulta com o profissional da unidade de saúde. Ele avaliará, de acordo com os critérios estabelecidos, a necessidade do exame. Se a paciente receber a indicação para realizá-lo, será incluída na lista de espera, que é encaminhada à Secretaria de Saúde de Ouro Preto. Esta coordena as marcações dos exames e, quando necessário, o transporte das pacientes. O tempo de espera para os exames de rastreamento varia de 1 a 3 meses, dependendo da demanda e da disponibilidade de vagas. No entanto, as mamografias com fins de diagnóstico têm prioridade e são agendadas em intervalos menores.

Texto: Júlia Adrielle / Revisão: Victor Stutz

Fonte: site Prefeitura Municipal de Ouro Preto
PUBLICIDADE

Prefeitura de Ouro Preto recebe kits de barracas via emenda do deputado Zé...

Com mais de 600 alunos, Olimpíadas Escolares é iniciada em Lafaiete


PUBLICIDADE
COTAÇÃO HOJE

Após invasão bolsonarista criminosa às sedes dos três Poderes, líderes...

Encontro Transições: Como Lidar com sua dor emocional

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_