Conselheiro Lafaiete libera verba para hospital de campanha

Publicado em 04/06/2020 às 16:32 por Redação
Hospital São Camilo será reformado e ampliado para receber pacientes de covid-19
A 1ª Vara Criminal e da Infância e da Juventude de Conselheiro Lafaiete destinou parte da verba bloqueada, em um caso de grande repercussão nacional, para a reforma e ampliação do Hospital São Camilo. A finalidade foi capacitar a instituição para receber as vítimas da pandemia da covid-19.

O caso do pequeno João Miguel, de apenas dois anos, que sofria de uma doença rara, ficou conhecido em todo o país. A história ganhou notoriedade após a prisão de seu pai, em um hotel de luxo na Bahia, acusado de desviar o dinheiro que havia sido arrecadado, em uma grande campanha, para o tratamento do garoto.

O menino faleceu em outubro do ano passado, e seu pai, Mateus Henrique Leroy, está preso. Ele foi condenado, em dezembro de 2019, a sete anos e seis meses de prisão, em regime fechado, por estelionato. A condenação é da 2ª Vara Criminal de Conselheiro Lafaiete.
Dinheiro arrecadado com campanha para salvar João Miguel foi doado à mantenedora do hospital

De acordo com o juiz José Aluísio Neves da Silva, após a morte de João Miguel, a Vara da Infância e da Juventude bloqueou o restante do dinheiro que havia sido arrecadado para seu tratamento, pois a verba teria perdido sua finalidade.

Então, a pedido da Prefeitura Municipal de Conselheiro Lafaiete e também da mãe do garoto, que desejava uma destinação social para o dinheiro, R$ 146 mil foram entregues para a associação mantenedora do hospital, para serem aplicados na reforma da instituição.

O magistrado entende que é dever do Poder Judiciário, num momento difícil como este que o país enfrenta, contribuir para minimizar os efeitos devastadores da doença causada pelo novo coronavírus. “A Justiça deve sempre estar ao lado do povo, atendendo a coletividade e buscando compor os conflitos sociais”, ressaltou.
Juiz José Aluísio Neves da Silva considerou que era uma boa oportunidade para destinar verba que estava bloqueada


Hospital de campanha



Em 26 de maio, o hospital de campanha entrou em funcionamento com 50 novos leitos clínicos e 10 unidades intensivas para atender a população de Conselheiro Lafaiete.

O hospital receberá somente pacientes diagnosticados com covid-19 que necessitarem de internação, vindos de outras unidades de saúde da cidade e região. O atendimento será prestado por uma equipe de cerca de 60 profissionais qualificados.

Homenagem



A Associação Beneficente São Camilo, mantenedora do Hospital São Camilo, entregou uma placa ao juiz José Aluísio pelo “apoio incondicional para a concretização das obras de reforma do prédio do hospital”.

Sensibilizado com a homenagem, o magistrado fez questão de destacar que a juíza auxiliar Rafaella Amaral de Oliveira e o assessor Álisson Thiago de Assis Campos tiveram papel importante na decisão de destinação da verba para a instituição de saúde, com a finalidade de auxiliar no tratamento das pessoas contaminadas com a covid-19.

Fonte: Tribunal de Justiça de Minas Gerais
PUBLICIDADE

Prefeitura de Ouro Preto realiza obra aguardada há décadas por moradores

Conselheiro Lafaiete libera verba para hospital de campanha


PUBLICIDADE
COTAÇÃO HOJE

Polícia Civil e MP realizam operação ligada ao caso Marielle, diz TV

Mulheres vítimas do feminicidio, vítimas de si mesmas...

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_