A primeira parte do “Festival de Inverno - Mariana 326 anos” chega ao fim com chave de ouro

Publicado em 26/07/2022 às 11:45 por Redação
Por Danielle Herculano

A última semana foi marcada pelo fim da primeira parte do “Festival de Inverno - Mariana 326 anos”. A programação, que acontecerá durante todo o mês de julho, conta com uma extensa programação artística e cultural. Para encerrar a primeira fase das comemorações com chave de ouro, os eventos da última semana foram repletos de surpresas e emoções.

Na segunda-feira (11), o Bairro Santo Antônio e o CRIA, receberam a Oficina de Dança Urbana Contemporânea, ministrada pela TS Cia. de Dança. Durante a terça-feira (12) até a sexta-feira (15), a Cia. Lamparina realizou na Escola Dom Oscar, no Bairro Cabanas, a Oficina de Palhaçaria. As atividades foram destinadas aos jovens de 07 a 14 anos e proporcionaram a comunidade local a chance de aprendizado aliado à diversão.

Na terça-feira (12), e na quarta-feira (13), o CRIA foi espaço para troca de conhecimentos, com a Oficina de Congo-Moçambique e a Oficina de Maracatu Rural, que é uma manifestação do Folclore brasileiro com origem no Pernambuco. No Cineteatro Municipal, aconteceu o Seminário Maracacongo, a ação abrangeu uma roda de conversa sobre a cultura popular de Minas Gerais e de Pernambuco. Os momentos foram repletos de cultura e troca de saberes!

Durante a quinta-feira (14), a tradicional Feira Noturna reuniu novamente, na Praça dos Ferroviários, diversos visitantes que apreciaram a cultura, o artesanato e a gastronomia mineira. A noite foi animada com o show de Priscila Souza, tocando MPB e Sertanejo.

Além disso, saindo da Igreja São Pedro em direção a Praça da Sé, aconteceu o belíssimo Cortejo Cultural, que contou com a participação do Grupo Negro por Negro de Brumadinho/MG, Maracatu Estrela de Ouro de Aliança/PE, Associação Cultural de Congado do Rosário de Mariana, Congado Nossa Senhora da Barroca, Congado Nossa Senhora do Rosário e Divino Espirito Santo, Congado Guarda de Congo Nossa Senhora do Rosário e São Sebastião de Mariana.

Após o Cortejo Cultural, a Praça da Sé foi palco para a apresentação musical - Afrojah de Pernambuco para o Espetáculo Maracacongo com o grupo Negro por Negro de Brumadinho e Grupo de Maracatu - Estrela de Ouro, de Aliança, Pernambuco e para o show musical, Santo Forte com Silvia Gomes e Projeto Maracacongo.

A programação da sexta-feira (15) era um dos momentos mais aguardados pelos moradores e visitantes da Primaz de Minas. O Terminal Turístico de Mariana recebeu o tão esperado show do Cantor Daniel, a atração presenteou a todos com boas risadas e muitas emoções. Em entrevista, o cantor destacou o quão bom é estar aqui em Mariana novamente. “É um prazer muito grande estar aqui, visitando essa terra mais uma vez. Estive a muitos anos atrás com o querido Padre Antônio Maria, participando do DVD dele, foi um momento incrível, e poder retornar novamente é um grande presente, fazer parte desse festival, dessa programação” destacou.

Além disso, ele reforça o convite para todos participarem da comemoração do aniversário da Primaz de Minas. “Eu queria estender o convite para todos vocês, para virem aqui, porque afinal de contas até o final do mês o festival acontece comemorando o seu aniversário, os 326 anos dessa terra. Parabéns, Mariana! Parabéns ao seu povo e muito obrigado pelo convite”, apontou o cantor.

DIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS



O sábado (16) contou com uma programação muito especial! Todo ano, em 16 de julho, o Governo do Estado instala-se na Primaz de Minas, realizando o tradicional “Dia do Estado de Minas Gerais”, instituído a partir da sanção da Lei Estadual nº 7.561, pelo Governador Francelino Pereira, em 1979. A cerimônia realizada para relembrar os séculos de história foi aberta ao público e contou com a presença de 55 homenageados, familiares, amigos, autoridades, convidados, além da população marianense. O evento iniciou-se com a Missa Solene e logo após ocorreu a cerimônia cívica oficial do “Dia de Minas”.

A noite, para encerrar o sábado de festividades, o Terminal Turístico de Mariana foi palco para o show do Wilson Sideral, resgatando diversas músicas marcantes e animando o público. O cantor ressaltou a felicidade de estar em Mariana mais uma vez. “Nossa primeira capital, Mariana é símbolo de Minas Gerais, estou muito feliz de tocar celebrando o aniversário, esses 326 anos de história, é muita história”, ressaltou.

ENCONTRO DE BANDAS



No domingo (17), aconteceu o memorável Encontro de Bandas, na praça da Sé, com a participação de dez bandas civis do município. As Bandas de Mariana são parte da história e da cultura da cidade, seja na sede do município ou nos distritos, elas marcam a vida de muitos moradores e visitantes. Com isso, a manhã de domingo foi muito especial para todos com o desfile dos músicos pela cidade e com o Encontro das Bandas.

Para tornar o momento ainda mais único, as Bandas se dobraram em homenagem à memória de Ataliba Dutra, o Lili Dutra, que possui uma rica história com a Banda Nossa Senhora da Conceição, em Furquim e com a cidade de Mariana, e a Geraldo de Jesus Gomes, o Geraldo Padre, fundador de coral, regente, professor, arranjador, copista e uma pessoa essencial para a história marianense.

Continuando com o fim de semana recheado de atrações, o Jardim de Mariana recebeu a apresentação do Circo da Jojoba. O espetáculo foi um momento repleto de muita diversão para a criançada e para todas as famílias que estavam presentes. Em entrevista, a querida personagem relatou como está feliz de estar em Mariana. “É um presente estar aqui nesse lindo jardim, com essa garotada, comemorando mais um aniversário dessa cidade que me acolheu. Eu agradeço a essa cidade, agradeço a essas crianças”, relatou a Jojoba.

O local também foi palco para o Teatro Lambe Lambe - Cia Lua pra Rua e para a Trupe Nós Destinos, um momento de lazer para a criançada e para todos que estavam presentes. A Trupe Nós Destinos, composta pelos atores Fernando Augusto e Cláudio Falcão, através da arte, trouxeram à Primaz de Minas muita diversão e alegria. Eles encantaram a todos com as “Estórias de João Grilo e Chicó”, uma livre adaptação da obra “O Auto da Compadecida”.

Encerrando o dia e a primeira parte do “Festival de Inverno - Mariana 326 anos”, no Cineteatro Municipal, aconteceu o Espetáculo de Dança Dolores - Cia Mimulus de Dança. A Companhia possui a proposta de retomada do tradicional repertório das danças de salão, mas com muita contemporaneidade. A apresentação foi uma mistura de drama com comédia e com uma ambiguidade dos desejos e sentimentos encantando a todos que compareceram ao local para apreciar o espetáculo.

O “Festival de Inverno - Mariana 326 anos” possui uma programação com atrações gratuitas, trazendo cultura e entretenimento para Mariana, além de celebrar o aniversário da cidade.

Foto: Maria Fernanda Viana

Fonte: Prefeitura Municipal de Mariana
PUBLICIDADE

Ouro Preto intensifica serviços de mamografia durante o Outubro Rosa

VEREADORA DAMIRES RINARLLY ENTREGA FERRAMENTAS PROVINDAS DE EMENDA IMPOSITIVA...


PUBLICIDADE
COTAÇÃO HOJE

OPINIÃO: O CENÁRIO DO BRASIL PÓS BOLSONARO

Mulheres vítimas do feminicidio, vítimas de si mesmas...

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_