ELEIÇÕES 2020: Wander Leitoa antecipa de vez o processo sucessório em Ouro Preto

Publicado em 06/07/2019 às 15:41 por Redação
Wander Leitoa antecipa de vez o processo sucessório em Ouro Preto.

O vai e vem do vereador Wander Leitoa (PV) sobre aceitar ou não o convite do prefeito Júlio Pimenta (MDB) para que ele assuma a Secretaria de Esportes, acabou antecipando de vez a corrida eleitoral do ano que vem para a Prefeitura de Ouro Preto.

O vereador aceitou o convite, foi pressionado por adversários do prefeito -uns declarados, outros não- e voltou atrás. As conversas continuam.

Com a movimentação, uma das intenções de Pimenta é se reaproximar do Partido dos Trabalhadores. Aliado na última campanha, o PT se sente traído, por não ter espaço no governo e por não ter visto algumas propostas de campanha apresentadas pelo partido e assumidas pelo estão candidato ao Executivo serem implementadas até hoje. Se Leitoa assumir a secretaria, o petista Whelton Pimentel, o “Leleco”, assume uma vaga na Câmara, visto que é o primeiro suplente na coligação PT/PV. Segundo as negociações em curso, o PT assumiria também uma secretaria.

A tentativa de rearranjo político -frustrada até agora- assanhou a corrente leandrista que assiste de camarote às batidas de cabeça. José Leandro -ou alguém indicado por ele- é o principal adversário do grupo que hoje governa a cidade e que tem como um dos principais expoentes, o ex-prefeito e ex-secretário estadual de Cultura Angelo Oswaldo.

Outra consequência do vai e vem do vereador Wander Leitoa foi a recolocação em evidência o nome de Leleco. Candidato a deputado estadual nas eleições do ano passado, o petista obteve 28.634 votos e é o quarto suplente na coligação PT/PSB/PR (agora, PL), com chances reais de assumir uma vaga na Assembleia de Minas em janeiro de 2021, caso ao menos três deputados desta coligação vençam as próximas eleições para prefeito.

Ouro Preto tem oito pré-candidatos a prefeito

Mesmo antes do episódio Leitoa, as movimentações com vistas às eleições do ano que vem já haviam começado. Uns, mudando de partido. Outros, já iniciando visitas e caminhadas pelas ruas da cidade.

Angelo Oswaldo

O ex-prefeito está filiado ao MDB. Tem andado pelas ruas e conversado com o povo.

Segundo o presidente estadual do PSB, Renê Vilela, o partido está de olho na filiação de Angelo Oswaldo. Há cerca de um mês, Renê esteve em Ouro Preto para conversar com o ex-presidente da Câmara Leo Feijoada, que, atualmente, controla o partido no Município.

Caio Bueno

Está de malas prontas, mudando do PSB para o PL (ex PR). Aposta na repetição do apoio do ex-prefeito Zé Leandro (PSC), que, segundo avaliações, teria rendido a ele cerca de 12 mil votos, dos 15.016 que obteve nas eleições passadas.

Gleiser Boroni

O ex-vereador é o pré-candidato do partido do presidente Bolsonaro, o PSL.

Júlio Pimenta

Depois de conseguir equilibrar as contas da Prefeitura de Ouro Preto (apesar da queda de arrecadação, pagou cerca R$ 25 milhões de dívidas, deixadas pelo governo anterior), o emedebista Júlio aposta nas outras realizações de maior visibilidade que pretende fazer de agora em diante. Se reeleito, abre caminho para novas lideranças nas eleições de 2024, visto que não poderá se candidatar pela terceira vez consecutiva e deixará Angelo e Zé Leandro fora do páreo definitivamente.

Leleco Pimentel

Assumindo ou não uma vaga na Câmara, o petista está fortalecido neste momento. Poderá abrir mão da candidatura a prefeito em troca de apoio nas próximas eleições para deputado.

Leo Feijoada

Filiado ao PMN, Leo tem como alternativa migrar para o PSB -partido que ele controla na cidade, devido à sua relação com o deputado federal Júlio Delgado. Poderá ter problemas no PSB, caso Angelo Oswaldo venha a se filiar. Leo, que numa candidatura isolada obteve 7.083 votos na última eleição para prefeito, nunca escondeu o seu desejo de ingressar nas fileiras PT e, recentemente, tem reafirmado isso publicamente.

Regina Braga

Vereadora em seu quinto mandato, espera ser a escolhida do ex-prefeito Zé Leandro para sucedê-lo, caso ele desista de concorrer.

Zé Leandro

O ex-prefeito que nas últimas eleições para deputado migrou do PSDB par o PSC tem feito visitas em casa aos seus apoiadores. Apesar da baixa votação para deputado na última eleição (5.048 votos em Ouro Preto) acredita que será beneficiado por uma possível divisão dos seus opositores.

Obs. 1: Zé Leandro e Angelo Oswaldo foram prefeitos de Ouro Preto por três vezes cada.

Obs. 2: Dentre os oito, no frigir dos ovos, quem será vice de quem ?
PUBLICIDADE

Mais uma temporada de concertos na comemoração dos 249 anos da Casa da Ópera...

Rotaract Club de Conselheiro Lafayette realiza noite de Posse e Transmissão de...


PUBLICIDADE
COTAÇÃO HOJE

Projeto propõe critérios iguais para doadores de sangue

Imagem de buraco negro prova (mais uma vez) que Einstein estava certo

O TRIBUNA LIVRE

Direção e Proprietária: Marisa Hilário
Editoração gráfica: Tribuna Livre
Direção de mídia: Ina Caram.

Colaboradores do jornal impresso e do site:
Organização interna: Izabel Hilário
Administrador e publicitário: Jorge Hilário
Maria do Carmo Batista (in memorian)

REDES SOCIAIS

Tribuna Livre — Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dash_